Obesidade em gatos: saiba como identificar

obesidade em gatos como identificar

A obesidade em gatos na maioria das vezes acontece pela mesma razão que acontece com os humanos: alimentação incorreta e falta de exercícios físicos. No entanto outros motivos como predisposição da raça, idade, castração e sedentarismo também são fatores que acarretam na obesidade felina.

Antigamente esses felinos eram considerados ágeis caçadores, e sua domesticação, hoje em dia, é uma das razões para que a obesidade ocorra com maior frequência. Eles passaram a diminuir o tempo de exercício que acontecia enquanto caçavam, por exemplo. Agora passam mais tempo dormindo do que anteriormente.

Para avaliar se o gato está obeso é feita a escore corporal, resultado de parâmetros como a raça, medida da região abdominal, da circunferência da cintura e da palpação das costelas para saber se existem depósitos de gordura.

A obesidade no gato pode resultar em diversos outros problemas em sua saúde como doenças cardiovasculares, respiratórias e dermatológicas, problemas ortopédicos, dificuldade de cicatrização, deficiência no trato urinário, osteoartrite, pancreatite, entre outros.

Para identificar se seu gato está obeso você deve observá-lo de cima e enxergar sua cintura, apalpar a região do tórax e sentir suas costelas, sem se atentar a referência visual dessa área, focando-se apenas ao toque.

O tratamento para a obesidade em gatos é simples, consiste basicamente em balancear sua alimentacão e aumentar a prática de atividades que exigem esforço físico.

Primeiramente o bichano deve passar num veterinário que poderá indicar uma formulação especial destinada à perda de peso e acompanhar seu tratamento, além disso o gato deve possuir horários corretos para comer, para felinos de 1 a 6 meses o ideal são 4 refeições por dia, após esse período diminuir para 3 refeições por dia, e alimentos que não sejam ração também devem ser retirados.

Diferente dos cães os gatos não gostam de passear, então uma ótima opção para aumentar o nível de exercícios físicos é brincar com eles com coisas simples como lasers, cadarços ou bolinhas de papel  para que possam correr atrás.

Por fim, para que seu amigo não tenha nenhum problema indesejado o ideal é que vá sempre ao veterinário fazer check-up e mantenha uma vida saudável!

 

Compartilhe

Posts recomendados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *