O Frio está chegando…

cachorro roupa frio agasalho

Agora que o verão está no fim chega a hora de todos os animais que possuem alterações ósteo-musculares começarem a sentir os efeitos do tempo. Não me refiro apenas aos velhinhos quando digo isso, mas que estes têm maiores chances de sofrer pelo frio, ah isso é verdade!

Todos que têm ossos com cicatrizes (cirúrgicas ou traumáticas), artrites, artroses, espondiloses (bicos de papagaio) e alterações gerais em coluna e demais articulações sofrem muito com o frio, o vento frio e as alterações bruscas de temperatura. Portanto, vamos às dicas:

Cobrir o local acometido pela doença é sempre prudente, caso seja a coluna as roupinhas passam a não ser meros enfeites, mas sim meios de combate a dor e aos problemas futuros ligados à tensão muscular e aos tremores de frio.

Utilizar bolsa térmica para aliviar a tensão, relaxar e esquentar o local. Caso tenha à mão uma pomada de arnica passe-a antes da bolsa térmica para prevenir pequenas inflamações locais.

As massagens relaxantes (já comentadas em “posts” anteriores) são ótimos aliados também nessa fase de transição climática. Neste caso passe a pomada, faça as massagens e em seguida coloque a bolsa térmica. Tome o cuidado de não deixar que o animal pegue friagem após esse procedimento, pois caso contrário o problema será ainda maior…

Não é aconselhável deixar animais idosos e/ou com problemas articulares do lado de fora nos dias de frio, vento ou chuva, pois esses elementos costumam agravar ou iniciar crises de dor, paresia ou paralisia.

Localizar os pontos de dor nos animais nem sempre é uma tarefa fácil, já que instintivamente eles tendem a não demonstrar dor (para não serem predados na natureza). Nesses casos para realizar as manobras acima citadas nos locais corretos é importante levar o seu amigo peludo ao médico veterinário para que o diagnóstico seja feito e os tratamentos sejam mais eficazes. Os veterinários acupunturistas são boas opções nesses casos, pois tendem a  buscar a cura dos problemas sem o uso prolongado do arsenal alopático.

Não podemos esquecer que alguns animais, assim como nós, sentem mais calor que outros. Portanto, quando ele começar a se incomodar com o calor, vocalizar, arfar e ficar respirando com a boca aberta e a língua para fora é hora de tirar parte dos agasalhos para aliviar o incômodo do baixinho de estimação.

Ah, importante também: testem a temperatura da bolsa térmica no antebraço (como é feito com bebês) antes de colocá-la em contato com a pele do animal!

Os alimentos também podem aquecer o organismo nesta época mais fria do ano. A canela, o cravo, o ginseng, as carnes vermelhas e o gengibre aquecem e ajudam na circulação sanguínea, e são, portanto, ótimos auxiliares na alimentação do dia-a-dia desses nossos companheiros. Moderadamente, é claro!

Agora é só se agasalhar, ficar juntinho do peludinho de quem se gosta e curtir essa época tão gostosa.

Boa semana e um ótimo outono a todos!

 

Compartilhe

Posts recomendados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *