Como escolher o seu futuro melhor amigo? Raças: Poodle Toy

Fonte da Imagem: Arquivo pessoal

O poodle é um cão quadrado em proporções, com porte orgulhoso e aparência elegante. Ele deve se mover de maneira leve e sem esforço. O poodle foi criado para o trabalho de retriever, e sua conformação deve refletir seu porte atlético. A pelagem é encaracolada, dura e densa. Os pelames tradicionais derivam da função do seu revestimento, da proteção e isolamento das articulações do cão, e do seu peito.

O poodle é uma das raças mais brilhantes e de mais fácil treinamento. É alerta, ágil, brincalhão, alegre, sensível e ansioso para agradar. Ele é dedicado à sua família, mas alguns podem ser reservados com estranhos, e outros podem latir muito.

Sobre a raça:

FAMÍLIA – cão d’água, cão companheiro

ÁREA DE ORIGEM – Europa Central

DATA DE ORIGEM – 1500

FUNÇÃO ORIGINAL – retriever, caça

FUNÇÃO HOJE – companhia

Tamanho médio de MACHO – Altura: <20 cm Peso: 3-8kg

Tamanho médio de FEMEA – Altura: <20cm Peso: 3-8kg

Nível de Energia – Alto

Necesside de Exercício – Baixo

Atividade – Brincalhão

Nível de carinho  – Afetuoso

Simpatia para cães – Amigável

Simpatia para outros animais- Amigável

Simpatia para estranhos – Muito amigável

Facilidade de treinamento – Fácil

Habilidade – Cão muito observador

Habilidade de Proteção – Não muito protetor

Tolerância ao frio – Baixa

Tolerância ao calor – Média

Poodles precisam de muita interação com as pessoas. Eles também precisam de exercício físico e mental. Essas necessidades de exercício podem ser atendidas com uma pequena caminhada ou até mesmo jogos de interior. Não é uma raça que deve viver sempre fora, apesar de gostar de acesso a um quintal. Sua pelagem deve ser escovada todos os dias, pois o pelo do poodle quando solto não cai, ficando preso nos pelos circundante, o que pode causar nós se não forem removidos. A tosa deve ser feita pelo menos quatro vezes por ano, com o rosto e os pés cortados mensalmente.

Embora a maioria dos poodles seja profissionalmente cuidada, os proprietários devem aprender a escovar o seu próprio cão.

Principais doenças:

• Preocupações principais: Atrofia progressiva de retina, luxação de patela, displasia coxofemoral, epilepsia;

• Preocupações menores: Triquíase, entrópio, atresia de ducto lacrimal, catarata;

• Ocasionalmente visto: Urolitíase, degeneração do disco intervertebral;

• Testes sugeridos: Olho e radiografias de joelho e quadril;

• Tempo de vida: 12 – 14 anos.

Embora o poodle seja mais frequentemente identificado como originado na França, seus primeiros antepassados ​​eram provavelmente cães da Ásia central, encaracolados e revestidos de pelos, que auxiliavam no pastoreio, seguindo muitos caminhos em várias partes da Europa.

Talvez a mais antiga encarnação do poodle tenha sido o Barbet, um cão de pelo encaracolado, distribuído na França, Rússia, Hungria e outros países. É a versão alemã, no entanto, que exerceu a maior influência sobre o poodle de hoje.

Na verdade, a palavra poodle vem do pfudel, palavra alemã que significa “poça” ou “espirrar”, provavelmente refletindo as habilidades do cão de água. Na França, ele era conhecido como caniche ou canard chien, ambos referindo-se a suas habilidades de caça aos patos.

Assim, a partir do pastoreio e de caças na água o poodle se tornou um companheiro de caça talentoso. O poodle também foi utilizado em serviços como: cão militar, cão guia, cão de guarda, puxador de carroça para os artistas e, eventualmente, como artista de circo.

Sua pelagem era curta perto da barriga para facilitar a natação, mas deixava-se um pouco mais sobre o peito para aquece-lo na água fria. Embora alguns acreditem que os pedaços de pelo em torno das articulações do pé e ponta da cauda sejam para a proteção, a evidência mais convincente sugere que surgiram como decoração mesmo.

O poodle passou a ser um companheiro elegante para senhoras elegantes. Tornou-se favorecido pela aristocracia francesa e o cão nacional da França. Sua tosa característica acentuou-se, e um bem-sucedido esforço foi feito para aperfeiçoar os espécimes menores. O Poodle entrou no “ring show” no final de 1800.

A popularidade do poodle na América diminuiu de modo que no final de 1920, com os poodles quase desapareceram na América do Norte. Na década de 1930, no entanto, a raça encenou um retorno que, eventualmente, o colocou como o cão de todos os tempos mais popular na América.

 

Fonte do texto: http://animal.discovery.com/breed-selector/dog-breeds/toy/poodle-toy.html

Tradução: Carolinne Torres

 

Compartilhe

Posts recomendados

Comments

  1. Parabéns, amei essas informações sobre a origem e de possíveis doenças da raça. Quanto a cuidados especiais com o poodle toy encontrei esse site aqui que explica tudo muito bem http://animais.umcomo.com.br/articulo/como-cuidar-de-um-poodle-toy-3809.html.

  2. Ótima matéria. O poodle está entre as raças mais inteligentes de cachorro. Ele é feroz quando necessário, e carinhoso a maior parte do tempo. É um cachorro muito apegado ao dono e companheiro. Por causa disso ele pode sofrer se ficar muito tempo sozinho.E, nesses casos, precisará de um adestramento específico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *