Como escolher o seu futuro melhor amigo? Raças: Dachshund

Fonte da Imagem: arquivo pessoal

O dachshund possui um longo corpo e uma estatura baixa que lhe permite entrar e circular livremente dentro dos limites de um pequeno espaço ou túnel, sem se machucar, possui também uma mandíbula e a força necessária para superar sua pequena estatura e agarrar sua presa. E sua confiança, o instinto de caça, nariz afilado e voz também são de ajuda significativa no subterrâneo de caça. A agilidade, liberdade de movimento e resistência são necessários para o trabalho do dachshund, e sua marcha é fluida e suave. O dachshund tem uma expressão energética agradável. Cada uma das três variedades de pelagem tem atributos especiais: O pelo curto e brilhante, dá uma certa proteção contra os elementos da natureza, o longhair ou pelo longo é elegante, às vezes um pouco ondulado, fornecendo um pouco mais de proteção, e o pelo duro, tem a pelagem cheia, grossa e dura com uma fina camada de subpêlo, fornecendo proteção máxima.

O dachshund é ousado, curioso e está sempre pronto para aventuras. Ele gosta de caçar e cavar, seguindo seu extinto pelo olfato. Ele é independente, mas vai participar das atividades de sua família sempre que dada uma chance. É bom com as crianças em sua própria família, mas alguns podem estranhar crianças alheias. Na sua grande maioria são reservados com estranhos.

A variedade de pelo longo pode ser mais tranqüila e menos agressiva, enquanto os pelos curtos podem ser mais extrovertidos e alguns minis são mais propensos à timidez.

 

A raça e suas propriedades:

FAMÍLIA – scenthound, terrier, dachshund

ÁREA DE ORIGEM – Alemanha

DATA DE ORIGEM – 1500 d.c.

FUNÇÃO ORIGINAL – caçar texugos

FUNÇÃO DE HOJE – ensaios de campo, caça espostiva

TAMANHO MÉDIO DE MACHO – Altura: 10 a 30cm Peso: 2 a 10kg

TAMANHO MÉDIO DE FÊMEAS – Altura: 10 a 30cm Peso: 2 a 10kg

OUTRO NOME – teckel (miniatura: zwergteckel)

 

Embora os dachsunds sejam ativos, suas necessidades de exercício podem ser atendidas com caminhadas moderadas na coleira e jogos no quintal. O dachsund é favorável à vida na cidade e convive bem num apartamento, mas ainda é um caçador de coração e gosta de incursões para as florestas.

Embora possa viver ao ar livre em dias quentes, o melhor é dormir dentro de casa. O revestimento liso do pelo requer preparação mínima para temperaturas mais amenas.  A pelagem longa requer também escovação uma ou duas vezes por semana e ocasional corte dos pelos dispersos. O pelo duro por sua vez requer escovação uma vez por semana, com ocasionais tosas e stripping para remover os pelos mortos duas vezes por ano.

 

Questões a serem consideradas:

Preocupações principais: doença do disco intervertebral

• Preocupações menores: ceratoconjuntivite seca

• Problema ocasionalmente visto: epilepsia, diabetes, luxação da patela, surdez, torção gástrica

• Tempo médio de vida: 12 – 14 anos

• Observação: A obesidade é um grande problema para o dachshund. Dachshunds tendem a ter excesso de peso, o que, por sua vez, predispõe o aparecimento precoce da doença de disco intervertebral.

 

Um pouco de história…

O dachshund como uma raça não foi encontrado até o século 16, quando foi feita referência a um cão “baixo e torto de patas” chamado de ”cão de toca, cão dacksel ou texugo”. O nome moderno dachshund significa simplesmente cão-texugo, sendo dachs hund em alemão. Estes caçadores tenazes seguem sua presa, entram em sua toca, e a retiram para depois matá-la.

O dachshund vem em três variedades de pelagem e dois tamanhos. Os dachshunds originais eram de pelos lisos e surgiram a partir de cruzamentos do bracke, um ponteiro miniatura de origem francesa, com o pinscher. Algumas xilogravuras do século 16 fornecem evidências de mais dachshunds de pelos longos como cães. É também possível que os dachshunds lisos se origirassem dos cruzamentos com spaniels e o stoberhund alemão (um cão de arma), para produzir uma variedade de pelos compridos. Menção é feita a eles já em 1797, mas estes cães não foram cuidadosamente criados e alguns mais modernos foram criados em torno do final do século 19 pelo cruzamento de dachshunds com o pinscher alemão e o dandie dinmont terrier.

Cada uma dessas variedades foi adequada ao máximo para a caça em terrenos e condições climáticas ligeiramente diferentes, mas todas são fortes e capazes de caçar texugos, raposas e outros mamíferos de pequeno porte.

Antes de 1900, dachshunds muito pequenos foram criados para ir à caça de pequenos mamíferos por terrenos acidentados, como os coelhos. Embora alguns fossem simplesmente naturais, outros foram intencionalmente produzidos a partir de cruzamentos com terriers pequenos ou pinschers. A maioria das miniaturas resultantes não saiu como o dachshund, no entanto. Em 1910, critérios mais rigorosos foram adotados para tipos e pelagens, com cruzamentos com raças diferentes para atingir os melhores resultados.

O dachshund, desde então, encontrou o seu nicho real como um animal de estimação da família, constantemente crescendo em popularidade para manter seu lugar como um dos cães mais populares na América.

 

Fonte do texto:http://animal.discovery.com/breed-selector/dog-breeds/hound/dachshund-miniature.html

Tradução: Carolinne Torres

 

Uma ótima semana!

Compartilhe

Posts recomendados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *