A acupuntura e o Implante de Ouro

implante de ouro acupuntura

Hoje vamos conversar um pouco sobre uma técnica de acupuntura ainda pouco conhecida, o implante de ouro.

A técnica em si consiste na colocação de pequenos fragmentos de ouro 18 kl trabalhado por um ourives (para não migrar do local correto) nos pontos de acupuntura a serem estimulados. O estímulo é de longa duração, podendo agir por mais de 3 anos, ou até o final da vida, dependendo do organismo do paciente.

Essa técnica necessita de sedação ou até mesmo de anestesia geral, mas é pouco cruenta, ou seja, apenas anestesia-se para a inserção segura do fragmento nos pontos corretos. A inserção é feita com o auxílio de um aplicador e agulhas estéreis.

A indicação do procedimento é feita por um especialista em acupuntura veterinária e ele toma como base o estado geral do paciente versus os benefícios da técnica.

Por exemplo, pacientes agressivos ou agitados durante a sessão de acupuntura têm indicação para a realização do procedimento, já que haverá uma duração longa dos resultados da acupuntura. Outra boa indicação é o paciente crônico, cujo tratamento com acupuntura nunca poderá ser interrompido.

Muitas vezes o paciente mais idoso e com doenças intercorrentes não possui indicação para a realização da sedação ou anestesia, isso faz com que ele siga o tratamento de acupuntura por outros caminhos (agulhas, eletro, laser, fluidopuntura, etc.).

Os fragmentos de ouro além de ativar os pontos de acupuntura em que estão inseridos, fazendo com que os resultados esperados sejam prolongados, também têm uma função anti-inflamatória. O ouro, por ser um metal com carga positiva, troca íons positivos com os mediadores no sítio inflamatório, causando uma neutralização das cargas elétricas locais (geralmente o sítio inflamatório possui mais cargas negativas). Outro estímulo positivo é o aumento do fluxo de sangue da região lesionada, fazendo com que haja maior cicatrização, diminua a progressão da doença e ajudando as medicações alopáticas a atingirem melhor o tecido alvo.

O tempo de duração não consegue-se estimar, mas os efeitos seguem até que o corpo encapsule o fragmento e este pare de fazer efeito. Nesse caso os sintomas podem reaparecer e mais um implante é indicado, sem a necessidade de se retirar os fragmentos já existentes.

Algumas indicações de tratamentos mais comuns são: displasia coxofemoral, epilepsia, convulsões, artroses, artropatias (cotovelo, joelho, ombro), alterações de coluna, etc.

Boa semana!

Referências:

  • ACUPUNTURA VETERINÁRIA: CONCEITOS E TÉCNICAS. REVISÃO. A. B. FARIA1, M. V. R. SCOGNAMILLO-SZABÓ2. ARS VETERINARIA,Jaboticabal,SP ,v.24, n.2, 083-091, 2008.
  • Matéria da revista UnespCiência: Veterinária de Ponta. Artigo de Pablo Nogueira. Fev2011.
  • Implante de ouro na acupuntura veterinária. Monografia apresentada para a conclusão do Curso de Especialização em Acupuntura Veterinária pelo Instituto Homeopático Jacqueline Pecker. Orientadora: Profa. Márcia Valéria Rizzo Scognamillo Szabó. 2008, Campinas.
  • DURKES, T. E. Gold bead implants. Problems Vet. Med. 1992; 4(1):207-11.

 

Compartilhe

Posts recomendados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *