Como manter seu cão seguro e à vontade com fogos de artifício

Como manter seu cão seguro e à vontade com fogos de artifício

Vídeo Cesar Millan – como deixar seu cão mais calmo em relação aos fogos de artifício
Texto de Cesar Millan, tradução Carolinne Torres.

Fonte: http://www.cesarsway.com/dogbehavior/hyperdog/How-to-Keep-Your-Dog-Safe-and-Calm-During-Fireworks

Alguns cães não possuem problemas com a visão e o som de fogos de artifício, se eles forem insensíveis – cães de caça, por exemplo, se acostumam com os sons e cheiros de espingardas de caça e pólvora. A maioria dos cães, no entanto, não são usados para esses fins, então o 04 de julho pode ser um feriado particularmente estressante para os cães e seus donos também. Mais animais de estimação fogem e se perdem no dia 4 de julho (feriado de independência dos USA) do que em qualquer outro dia, dessa forma você deve tomar medidas adicionais para garantir a sua segurança. Manter um olho afiado em seu cão durante o tumulto, e certificar-se se seu cão está usando uma devida identificação.

É natural que os cães tenham medo de ruídos altos. Os sons acionam seu sistema nervoso, e eles podem ficar ansiosos, com medo, inseguros, ou tímidos. Fugir do barulho é um mecanismo de sobrevivência. Lembre-se, para seu cão, a experiência de fogos de artifício é diferente de outros altos ruídos naturais, como um trovão. Eles estão mais próximos do chão, mais vibrantes, e são acompanhados por “booms” repentinos, flashes e cheiros em chamas. Lembre-se, cães experimentam o mundo através de seus sentidos – nariz, olhos, ouvidos – e a quarta típica da celebração de julho pode ser esmagadora.

 

Aqui estão algumas dicas para ajudar a manter a calma no cão, tornando mais fácil o feriado para vocês dois.

 

1. Preparação;

Providencie para que o seu cão em um lugar onde não haverá barulhentos fogos de artifício – um amigo ou parente, ou uma creche para cães com que seu cão é familiar. caso seja um lugar estranho para seu cão, leve-o até lá algumas vezes nos dias que antecedem o feriado de modo que não seja uma surpresa no dia.

 

2. Alojamento:

Se você não puder levar seu cachorro para um lugar afastado de fogos de artifício, como segunda opção tenha um caixa de transporte em casa para ele se sentir seguro (caso você não esteja em casa, ter um amigo ou babá lá para manter tranquilo e levá-lo para aliviar-se a cada quatro horas também é uma boa ideia).

 

3. Aclimatação:

A melhor maneira de preparar o seu cão para fogos de artifício é ter certeza de que ele está confortável com o som (antecedência). Embora este seja um processo simples, pode levar algum tempo – possivelmente três ou quatro meses reproduzindo o som gravado de fogos de artifício para o seu cão em um volume cada vez mais alto, antes de comer, antes de uma caminhada, antes de carinho e brincadeiras, e condicioná-lo por associação a ouvir o som e interpretá-lo como algo bom. Embora seja possível tentar este método ao longo de apenas uma ou duas semanas, tal período de tempo curto só deve ser utilizado em conjunto com um ou mais planos. Em qualquer caso, reproduzir os sons de fogos de artifício.

 

4. A sedação:

Caso você ache que é necessário o uso de medicação ou de roupas para acalmar o seu cão durante os fogos de artifício, lembre-se que você deve introduzir qualquer ferramenta na hora certa, condicionando o seu cão a entender que o medicamento ou a roupa está ali para levá-lo a um estado de calma. Isso significa que você deve levar seu cão para o estado de calma em primeiro lugar, em seguida, introduzir a ferramenta – antes dos fogos de artifício e a ansiedade de começar. No caso de já estar em um nível de ansiedade 8 ou 9, então seu estado mental vai ignorar a medicação, ou se já estiver respirando pesadamente, em seguida, o thundershirt (roupa), que é projetado para retardar a respiração, não vai funcionar. A ferramenta é uma coisa intelectual que usamos nos instintos de um cão. O desafio é saber como e quando ligar os dois.

 

5. Comunicação:

Já se você estiver com seu cão durante os fogos de artifício o envio da mensagem calmante que eles não têm nada para se preocupar também vai ajudá-lo a relaxar. Lembre-se, porém, enquanto os humanos se comunicam com as palavras, os cães se comunicar com energia, e vai olhar para seu líder do bloco em busca de pistas sobre como devem se comportar, caso você não esteja fazendo um grande estardalhaço ou mostrando preocupação com os fogos de artifício, então ele vai aprender a ser menos preocupado também.
Em todos os casos acima gaste o excesso de energia do seu cão em primeiro lugar, antes de começarem os fogos de artifício, pode levá-lo em uma caminhada muito longa para cansá-lo e colocá-lo num estado de calma. Mas mais importante ainda, não ache que, em termos de cão, como seu filho, está perdendo um tempo muito divertido. Isso é culpa humana. Seu cão não sabe o que está faltando. Você está sendo um bom líder da matilha, não expondo-o a uma situação que irá desencadear seu instinto de fuga de uma forma negativa. Quando as lanças e golpes de Dia da Independência terminarem, o seu cão vai ser grato por você ter mostrado uma experiência menos estressante.

 

Creio que podemos aplicar algumas dessas dicas no nosso dia-a-dia brasileiro, não acham? Num jogo de futebol, por exemplo, ou nas festividades de final de ano.

Um ótima semana!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *